Guilherme Sônego, OFMCap (Religioso Capuchinho)


Frei Guilherme Sônego, OFMCap

Data de Nascimento: 03 de 07 1920
Ordenação: 08 de 12 1944
Data de Falecimento: 31 de 01 2013
Nasceu em: Limeira SP
País: Brasil

Nascido na cidade de Limeira/SP, o menino Jiácomo Sônego vivia com os pais Santo Sônego e Luiza Pegoree e seus quatro irmãos. Com o tempo, a família cresceu, o casal teve mais oito filhos e mudaram-se para Santa Cruz do Rio Pardo/SP.
Foi seu avô quem lhe deu um livro contando a vida de São Francisco de Assis. Jiácomo leu, e, no momento em que devolveu o livro, o avô o convidou a seguir o carisma franciscano. Foi o primeiro dos irmãos a seguir a vocação religiosa. Mais tarde, um deles tornaria-se padre Redentorista, outro padre Dominicano, uma irmã seria freira Marcelina e mais duas irmãs e um irmão fariam parte da Ordem Paulina.
Aos doze anos, Jiácomo com o pai Santo – homem devoto, de comunhão diária –, estava dentro do trem noturno que o levaria ao Seminário Seráfico São Fidelis, em Piracicaba. Lá, recebeu o nome que seria chamado pelas comunidades: Guilherme.
Foi ordenado sacerdote no dia 08 de dezembro de 1944. O frei ainda viveria nas comunidades de Mococa, Piracicaba e São Paulo, chegaria a assumir o cargo de Provincial do Estado de São Paulo por seis anos. Seria professor de Filosofia, Matemática, Grego e Latim em várias cidades de são Paulo, tanto em seminários franciscanos, quanto na Faculdade de Serviço Social de Piracicaba. E, no ano de 1981, estaria passando a ter como seu lar a Paróquia Santo Antônio do Embaré, em Santos.

CRONOLOGIA

1932 – Ingressou no Seminário Seráfico São Fidelis em Piracicaba/SP;
1936 a 1944 – Cursa Filosofia em Mococa/SP e Teologia em São Paulo/SP;
08/dez/44 – Foi ordenado sacerdote pelas mãos de Dom Luiz Sant’Anna em Botucatu/SP;
1975 a 1981 – Torna-se Provincial da Ordem dos Frades Menores na Província do Estado de São Paulo;
1981 – Torna-se vigário paroquial da Paróquia Santo Antônio do Embaré/Santos;
1991 – Junto de Irmã Dolores, atua na evangelização no Quarentenário em São Vicente.

31/01/2013 – Veio a falecer quando estava em tratamento no Hospital Ana Costa.

NOTA DE FALECIMENTO – Frei Guilherme Sônego,OFMCAp – 3/7/1920 a 31/1/2013
NOTA DE FALECIMENTO
Frei Guilherme Sônego – 3/7/1920 a 31/1/2013
A Cúria Diocesana de Santos comunica, com grande pesar, o falecimento de Frei Guilherme Sônego, 92, quinta-feira, 31 de janeiro, às 10 horas no Hospital Ana Costa, em Santos, onde encontrava-se internado desde o dia primeiro de janeiro, com um quadro de pneumonia e desidratação. Frei Guilherme também vinha sendo tratado de câncer no estômago e fígado desde agosto de 2012.
O velório realizou-se na Basílica de Santo Antonio do Embaré, em Santos, na quinta-feira, (31/1), a partir das 19 horas, e a Missa de Exéquias foi celebrada na sexta-feira, dia Primeiro de Fevereiro (1/2), às 10h30, também na Basílica. Em seguida, o corpo foi transferido para Piracicaba, onde foi sepultado.
Unimo-nos em oração à comunidade dos Frades Capuchinhos da Basílica do Embaré, onde Frei Guilherme viveu por mais de 30 anos, servindo ao Povo de Deus em nossa Diocese de Santos, especialmente entre os mais pobres, nas Comunidades Eclesiais de Base, e com Ir. Maria Dolores, em São Vicente.
Temos a certeza, como cristãos, que Deus o receberá em sua glória e lhe dará o prêmio da vida eterna pela ‘missão cumprida’ entre nós.Na Paz de Jesus,
Pe. Élcio Antonio Ramos – Vigário Geral da Diocese de Santo