Comunidade Nossa Senhora do Monte Serrat (Santuário)


Paróquia: Catedral – Nossa Senhora do Rosário

SANTUÁRIO : Nossa Senhora do Monte Serrat
DATA DE CRIAÇÃO: 27 / 4 / 1599
TEL: (13)3235-2295
ENDEREÇO :Caminho Monsenhor Moreira, 33.
BAIRRO: Monte Serrat
CIDADE: Santos
CEP: 11013-760

Horário de Missa:
DOMINGO às 16h
TODO DIA 08 às 9h (menos aos domingos)

Horário de Funcionamento da Secretaria:
– DIARIAMENTE das 9h às 17h45

HISTÓRICO: A pouca distância de Barcelona, na Espanha, ergue-se a montanha de Mont Serrat, que deve o nome à forma aguda de seus picos. A tradição conta que o próprio São Pedro trouxe para Barcelona a Imagem de Nossa Senhora.
A imagem, escondida numa caverna do Montserrat durante a invasão dos mouros, foi encontrada dois séculos mais tarde (por volta do ano 900), por jovens pastores da região e, em solene procissão, levada para o lugar onde ainda hoje se ergue o célebre Santuário.
A devoção teve início no século VI.
Uma série de milagres começou a acontecer e atrair fiéis de toda Europa, que divulgaram o nome de Nossa Senhora do Monte Serrat por todo o mundo cristão. Vários foram os santos devotos de Nossa Senhora, entre eles, São Vicente Ferrer, Santo Inácio de Loyola e São Luiz Gonzaga.
Na América Latina, a devoção à Nossa Senhora do Monte Serrat foi iniciada pelos monges beneditinos que, no primeiro século da descoberta do Brasil, fundaram a Abadia da Virgem do Montserrat no Rio de Janeiro.
Em Santos, a construção de uma capela em homenagem a Nossa Senhora, no morro de São Jerônimo, entre 1598 e 1609, deve-se a D. Francisco de Souza, o governador geral do Estado do Brasil e grande devoto da Santíssima Virgem. Segundo suas ordens, a capela foi entregue aos monges de São Bento, assim que estes aqui se estabeleceram. Logo depois, durante uma invasão holandesa na capitania de São Vicente, em 1614, foi um grande milagre da “Virgem Poderosa” do Monte Serrat que atraiu a atenção e a devoção popular da cidade, pois quando já uma turba de soldados inimigos ia subindo o morro em direção à capela, onde se abrigava grande parte da população, um desmoronamento soterrou os atacantes e induziu os invasores a deixarem a cidade. A partir daí, Nossa Senhora do Monte Serrat foi considerada a salvadora da cidade.
Em 1954, por deliberação da Câmara Municipal foi declarada oficialmente “Padroeira da Cidade”.
O Papa Pio XII, em documento oficial do Vaticano, com data de 03 de dezembro de 1954, confirmou o título de Nossa Senhora do Monte Serrat “Patrona da Cidade de Santos”. E a 08 de setembro de 1955, o Cardeal Mota, de São Paulo, como legado pontifício, presidiu a solenidade de coroação.